Áreas de Atuação

Os projetos do GIP se distribuem em seis principais áreas de atuação:

  • Fortalecimento Institucional e Governança

O GIP apoia o fortalecimento institucional de organizações da sociedade civil. Realiza avaliação de práticas institucionais, processos internos, estrutura de governança, práticas relacionadas à sustentabilidade financeira e utiliza pesquisas sobre boas práticas institucionais para aprimorar a estratégia político-institucional e tomada de decisão dos parceiros.

  • Filantropia, Investimento Social e Cultura de Doação

O GIP acredita na importância de aumentar e qualificar a atuação de entidades filantrópicas (fundações, associações e institutos) na condição de doadores para organizações e projetos da sociedade civil no Brasil. Realizamos coaching de equipes, planejamento de grantmaking estratégico, criação/expansão de redes no campo e orientação a indivíduos/famílias interessados em explorar o campo filantrópico, por meio de guias teóricos e práticos para uma atuação profissional e estratégica, além de apoio integral na criação de fundações/associações doadoras. 

  • Mudanças Climáticas e Desenvolvimento

O tema mudanças climáticas permeia, cada vez mais, todas as escolhas de desenvolvimento socioeconômico. É com esta perspectiva que o GIP trabalha no mapeamento, monitoramento, pesquisa e apoio na construção de estratégias para subsidiar posicionamentos e decisões políticas sobre o tema, que promovam a justiça social e ambiental.

  • Amazônia e Desenvolvimento Socioambiental

O GIP atua no fortalecimento de instituições e iniciativas comprometidas com a causa socioambiental na Amazônia. Articulamos e assessoramos atores da sociedade civil, iniciativa privada e poder público em projetos de inclusão social, educação e desenvolvimento sustentável. Realizamos a gestão de projetos e apoiamos sua implementação, planejamento institucional e pesquisas e análises políticas sobre o campo.

  • Política Externa e Cooperação

O GIP atua no fortalecimento da transparência e da participação da sociedade civil nas ações de cooperação internacional sob a ótica da inserção do Brasil como ator internacional. Realizamos estudos sobre políticas globais de desenvolvimento, mapeamento e análise de cenários políticos no âmbito da política externa brasileira, destacando a importância das questões socioambientais na s estratégias adotadas. Trabalhamos ativamente em parceria com organizações internacionais em projetos com alcance global que buscam estreitar os laços de cooperação para o desenvolvimento e expandir as redes nacionais e internacionais.

  • Gestão da Comunicação

Pessoas e organizações recebem e produzem comunicação em escala sem precedentes. Desde publicações mais tradicionais, como livros e jornais, passando por cursos e palestras, até internet e redes sociais, compõem o que pode-se denominar “ecossistemas comunicativos”, onde várias dessas mediações comunicativas se integram e interagem, influenciando a percepção da realidade. O GIP mapeia esses ecossistemas e formula maneiras de incidir sobre eles, promovendo a gestão da comunicação como estratégia para ampliar o impacto de projetos socioambientais. Isso envolve desde o planejamento do conjunto das comunicações, o desenvolvimento de produtos, até a capacitação de pessoas e organizações.