No dia 14 de setembro de 2016 aconteceu no BRICS Policy Center o evento BRICS Feminist Civil Society Dialogue: Challenges, ideas and plans for the BRICS Summit in India 2016, organizado pelo GIP (Gestão de Interesse Público) e apoiado BRICS Policy Center.

O evento contou com uma apresentação de Priti Darooka, diretora executiva da organização indiana PWESCR (Programme on Women’s Economic, Social and Cultural Rights) sobre a proposta de criação de um Observatório Feminista dos BRICS para articular movimentos feministas e questões de gênero no âmbito do bloco. Além disso, foi destacado por Paulo Esteves que, pela primeira vez, o Fórum Acadêmico dos BRICS, que ocorrerá em Goa, na Índia, abarcará discussões sobre questões de gênero.

Entre os temas levantados pelas participantes estava o reconhecimento das implicações das mulheres como parte da força de trabalho, oreconhecimento do trabalho não remunerado, direitos sexuais e reprodutivos, impactos das políticas de investimento do Banco dos BRICS, e o papel de economistas feministas na criação de uma nova visão de desenvolvimento, dentre outros.

O evento contou com a representação de diversas Organizações Não-Governamentais e coletivos de destaque na agenda de gênero, entre elas: IBASE, OXFAM, ONU Mulheres, Fundação Heinrich Boll, Centro Rio+ do PNUD, Fundação Ford, Instituto Equit, European Climate Foundation, Fundo Elas, PWESCR, Marcha Mundial de Mulheres.