POR ANA TONI E ALICE AMORIM

Nesta semana, os discursos que o Papa Francisco fez durante sua visita aos EUA, incluindo na abertura da assembleia geral da ONU, referendou sua posição de porta-voz e ator político da causa da mudança do clima.

Desde a publicação da encíclica Laudato Sí no início deste ano, a mensagem de que é preciso repensar a nossa relação com o planeta, as relações de interdependência e se restabelecer o equilíbrio entre as dimensões social, ambiental e econômica vem ganhando novos significados e alcances. Esse movimento, contudo, vai muito além da igreja católica. Diversas comunidades religiosas estão liderando fóruns de diálogo e ação sobre mudanças climáticas ao redor do mundo, deixando claro que salvar o planeta não é só tarefa dos ambientalistas mas de todos nós.

Para ler a matéria na íntegra, acesse aqui: http://www.nivela.org/blog/diplomacia-religiosa-uma-virada-no-jogo-do-clima/pt